Perfil de Disbiose – Marcadores de Disbiose

disbiose

Os ácidos orgânicos são substâncias não nitrogenadas que tem pelo menos um radical carboxílico. Eles podem ter origem exógena (dietas, bactérias intestinais) ou se formar a partir de quase todas as vias do metabolismo intermediário, conforme mostra figura abaixo. Os ácidos orgânicos são hidrossolúveis, sendo rapidamente depurado do plasma e concentrados na urina. Desta forma, sua dosagem no plasma pouco contribui para o diagnóstico clínico. O desenvolvimento de novas técnicas de análise, como a cromatografia gasosa acoplada a espectometria de massa (GC/MS) tornou possível a rápida determinação de um grande número de ácidos orgânicos. A análise é feita empregando-se, reduzido volume de urina, originária da amostra isolada.

A determinação de ácidos orgânicos urinários está indicada na avaliação de pacientes que apresentam patologias neurológicas crônicas ou de instalação aguda, com ou sem acidose metabólica, de causa obscura. Algumas vezes as acidemias orgânicas apresentam manifestações intermitentes e a excreção aumentada de ácidos orgânicos é também intermitente, obrigando o clínico a tentar sua determinação nos momentos de crise.

disbiose-img

A Disbiose intestinal contribui para muitos problemas de saúde, variando entre Síndrome do Intestino Irritável, acne, alergias alimentares, fadiga crônica e depressão.
O Perfil Orgânico de Disbiose mede os subprodutos dos organismos microbiais que são excretados na urina, tornando-os particularmente úteis na detecção da presença de crescimento microbial excessivo patogênico.
Solicitado separadamente o Perfil Orgânico de Disbiose permite avaliar o crescimento microbial excessivo, orientar e controlar a terapia.
Embora o exame de fezes seja o método tradicional para diagnosticar a disbiose, existe um aumento de evidências de que a microbiota das fezes não reflete a situação do colón, resultando em um alto grau de falsos negativos e grande potencial de perder situação de disbiose clinicamente significante. Em adição a uma grande quantidade de informações a respeito do metabolismo humano, a urina contém produtos únicos do metabolismo microbial. Com a exceção do hipurato, os compostos medidos no Perfil Orgânico de Disbiose não são produzidos normalmente por células humanas. Microorganismos intestinais hostis, contudo, podem fabricá-los em quantidades relativamente altas. Esses compostos são absorvidos do intestino para o sangue e eventualmente aparecem na urina.
O crescimento microbial excessivo pode levar a vários sintomas, devido às reações de produtos tóxicos produzidos por bactérias, parasitas ou fungos. Vários padrões de compostos aparecem elevados em condições de crescimento microbial geral excessivo.

Efeitos clínicos podem ser diversos, como:

-Distúrbio de comportamento
-Fadiga crônica
-Depressão
-Dor de cabeça
-Disfunção imunológica
-Insônia
-Dores articulares
-Síndrome do Intestino Irritável
-Distúrbio de aprendizado
-Deficiências nutricionais
-Distúrbio de pele

Características do Perfil Organix™ de Disbiose:

1. Amostra de urina colhida pela manhã, resultando numa aceitação melhor do paciente que o exame de fezes.
2. Discernimento entre classes microbiais, permitindo terapias mais focadas.
3. D-arabinitol, um marcador específico para Candida SP.
4. D-lactato, um indicador de crescimento excessivo de L.acidófilos e malabsorção de carboidrato.
5. Como componente, o Perfil Orgânico (Organix™) pode ser usado como um acompanhamento para controlar as terapias.
evidências

Como identificar Disbiose Intestinal com amostras de Urina?

O Perfil Organix oferece essa possibilidade, é uma ferramenta que entre outras coisas ajuda o profissional a identificar o desequilíbrio de forma rápida e não invasiva, além de um excelente custo benefício. Quando dosamos um ácido orgânico urinário, para a avaliação da flora bacteriana intestinal quantificamos o produto final do metabolismo desta bactéria. Por exemplo: Quando os lactobacilos Acidófilos fermentam o carboidrato não hidrolisado no estômago, o produto final desta fermentação é o ácido orgânico D-Lactato. Quando aumentado sugere insuficiência de enzimas digestivas com exacerbação da fermentação dos carboidratos do intestino. O marcador do ácido orgânico referente ao metabólico fabricado pela bactéria em questão.

Nome do exame
Perfil Organix™ de Disbiose

Descrição:
A disbiose intestinal pode ser fator significativo para muitos problemas de saúde. O Perfil Organix™ de Disbiose avalia os subprodutos do metabolismo bacterial e de leveduras excretados pela urina e é particularmente conveniente na detecção da presença do crescimento patogênico excessivo de bactérias e na monitoração do tratamento.

Método:
LC/MS-MS, Espectrofotometria

Tempo de resposta:
8-14 dias, 12 dias em média

São Analisados:

  • Bactérias/ Protozoários:
  • Benzoato
  • Hipurato
  • Fenilacetato
  • Fenilpropionato
  • p-Hidroxibenzoato
  • p-Hidroxifenilactato
  • Indican
  • Tricarbalitato

Espécies Clostridiais:

  • 3,4 Dihidroxifenilpropionato
  • Bacterial
  • D-Lactato

Leveduras/Fúngicas:

  • D-Arabinitol
  • Creatinina
* 84378 – Arabinitol, single, quantitative * 82570 – Creatinine * 83789 – Indican * 83605 x2 – D-Lactate * 83921 x9 – Organic acid, single, quantitative
instrucoes-img
exemplo
guide

Comentários

comments

Interesse de Página Healthmetrix