PERFIL CELÍACO - SENSIBILIDADE AO GLÚTEN


PERFIL CELÍACO – SENSIBILIDADE AO GLÚTEN




PERFIL CELÍACO – SORO

Doença celíaca – condição frequentemente diagnosticada equivocadamente:

O Teste celíaco avalia IgA-tTG, IgA e IgA-AGA. Quando IgA-tTG e IgA-AGA estiverem positivos, existe um elevado grau de certeza que o paciente tem a doença celíaca. Quando IgA-tTG encontra-se positivo e com IgA-AGA normal, o paciente pode ter doença celíaca, mas pode ter sido na sequência de uma dieta isenta de glúten, reduzindo a sua IgA-AGA. Indivíduos com moderada a forte positividade devem acompanhar com uma biópsia. Qual é a Doença Celíaca?

O que é a doença celíaca?

Estima-se que mais de 2 milhões de pessoas nos Estados Unidos têm a doença celíaca(1). A doença celíaca é uma resposta auto-imune ao glúten. Os fatores hereditários fazem alguns indivíduos tornarem-se sensíveis para uma proteína chamada gliadina, que é uma parte da proteína total, ou glúten encontrado em grãos, como trigo, centeio e cevada.

Quando as pessoas com doença celíaca ingerem glúten, o seu sistema imunológico responde, prejudicando as vilosidades intestinais – pequenas saliências digitiformes do revestimento do intestino delgado. As vilosidades normalmente permitem que os nutrientes dos alimentos sejam absorvidos através das paredes do intestino delgado para a corrente sanguínea. vilosidades danificados podem levar a complicações de longo prazo prejudicando a absorção, como desnutrição, anemia, osteoporose e aborto, entre outros problemas.

Componenetes do Teste Celíaco:

– IgA tecido humano – transglutaminase (IgA-tTG): ocorre como uma resposta imune a transglutaminase tecidual e é raramente encontrada em indivíduos sem doença celíaca.

– A IgA: Identificar as deficiências de IgA no soro, são importantes por duas razões. Primeiro, as deficiências de IgA podem levar a falsos negativos para IgA-tTG. Por outro lado, indivíduos com deficiência de IgA têm um risco 10-15 vezes maior de desenvolver doença celíaca.

– Anticorpo antigliadina IgA (IgA-AGA): Este anticorpo contra a gliadina desenvolve mostrando o consumo de alimentos contendo glúten que podem propagar enteropatia na doença celíaca.

Pessoas com a doença celíaca apresentam-se com sintomas variados ou sem sintomas, mas ainda podem desenvolver complicações da doença. Os seguintes sintomas podem indicar a necessidade de um teste celíaco:

– Anemia inexplicável por deficiência de ferro
– Fadiga
– Dores ósseas e articulares
– Artrites
– Perda óssea ou osteoporose
– Doenças auto-imunes
– Depressão e ansiedade
– Dormência e formigamento nas mãos e pés
– Convulsões
– Períodos de perdas menstruais
– Infertilidade ou abotos recorrentes
– Ulceras na boca
– Erupção cutânea com “comichão” – Dermatite Herpetiforme

NOME DO EXAME:
0078 – Celiac Profile
0278 – IgG4 Food Antibodies and Celiac Profile

DESCRIÇÃO
A doença celíaca é uma resposta imune ao glúten que acomete o trato gastrointestinal. O perfil da doença celíaca é composto de três provas: tecidos humanos translutaminase IgA (IgA-tTG), IgA e anticorpo antigliadina IgA (IgA-AGA). O perfil combina os três testes para identificar com precisão os prováveis ter a doença celíaca.

MÉTODO
ELISA e Immunoturbidometric Assay

TEMPO DE RESPOSTA
10-14 dias.

O QUE É ANALISADO?
– Anti-Gliadin IgA II
– Total Immunoglobulin A
– Transglutaminase antibody (IgA)

* 82784 IgA I
* 83516 Gliadin IgA II
* 83516 h-tTG IgA